Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Objetivo

A partir da versão 20.3.0.x do Application Server (Harpia) teremos a inclusão do RPO de customizações, assim as funções de usuário ficarão armazenadas no RPO Custom definido pela configuração da chave RPOCustom no ambiente utilizado.

Essa separação dos RPOs tem como objetivos:

  • Melhorar a organização dos RPOs utilizados pelo ambiente
  • Facilitar a atualização dos ambientes e futuras releases
Funcionamento

Como será o funcionamento dos RPOs Segregados ?

  • Na compilação:

No processo de compilação, por padrão, qualquer compilação das funções de Usuário (User Function) e/ou resources serão armazenadas no RPO Custom definido na chave RPOCustom. Esse processo será transparente para o usuário.


  • No desenvolvimento:

Nada muda no processo de desenvolvimento. Após a compilação das funções de usuário no RPO Custom elas podem ser depuradas nas IDEs disponibilizadas pela TOTVS da mesma maneira já conhecida.


  • Na execução:

A separação dos RPOs será transparente para a execução e o funcionamento será da seguinte forma:

Durante a execução das rotinas as funções de usuário que estiverem armazenadas no RPO Custom terão prioridade na execução caso a função de usuário também esteja compilada no RPO padrão (RPO Default, definido pela chave SourcePath) .

Exemplo:

No RPO padrão temos a função U_NFE().

No RPO Custom foi desenvolvida da função U_NFE() para adaptar as necessidades do cliente.

No momento da execução a função U_NFE() do RPO Custom será executada pois o RPO Custom tem precedência na execução de funções de usuário (User Functions).

Notas
  • Não será permitido o uso de fontes e/ou resources com o mesmo nome de arquivo já existente no RPO Padrão.

Vídeos


  • Configuração


  • Compilando uma User Function


  • Executando uma User Function